fbpx

Vacheron Constantin apresenta seleção de relógios desportivos em Lisboa

A marca suíça apresenta, na sua boutique em Lisboa, uma seleção de relógios desportivos pertencentes à sua coleção privada e os instrumentos de precisão que os precederam. Uma exposição para visitar entre 26 de janeiro e 10 de fevereiro de 2022.

A Vacheron Constantin vai apresentar em Lisboa uma exposição dedicada ao universo dos seus relógios desportivos, que contempla uma seleção de modelos incontornáveis da sua coleção privada, bem como de instrumentos de precisão que os precederam.

Interior da Boutique Vacheron Constantin em Lisboa
Uma seleção de relógios desportivos Vacheron Constantin para visitar em Lisboa | © Vacheron Constantin

A exposição estará patente na boutique da marca, na avenida da Liberdade, entre os dias 26 de janeiro e 10 de fevereiro de 2022.

No ano passado, a Vacheron Constantin celebrou o 100.ºaniversário do Historiques American 1921, um modelo de características muito peculiares, e celebrou seu património destacando o perfil clássico com um twist como parte da sua identidade. No entanto, a juntar a esse twist, temos ainda a sua capacidade para desenvolver grandes complicações relojoeiras (com um twist ou não). Agora, a marca começa este ano por evocar a sua herança desportiva, recordando o modo como se distinguiu no campo da cronometria e dos instrumentos de precisão ao longo da sua história.

Pormenor interior da Boutique Vacheron Constantin em Lisboa
A exposição está patente entre os dias 26 de janeiro e 10 de fevereiro | © Vacheron Constantin

O lado desportivo

Assim, de repente, o Overseas talvez seja o relógio que parece mais encaixar no perfil mais desportivo da Vacheron Constantin. Mas é preciso viajar um pouco no tempo para perceber que entre a década de 1850 e o início do século XX, a marca produzia já relógios de bolso que se distinguiam pela sua fiabilidade, precisão e robustez, recebendo mesmo diversos prémios em concursos de cronometria. O aparecimento do relógio de pulso no início do século XX permitiu à casa suíça começar a produzir cronógrafos, que se tornaram peças de referência no campo do desporto, da ciência e da exploração, nomeadamente, na década de 1930. Durante muito tempo, estes instrumentos especializados foram demonstrando a sua capacidade de adaptação às exigências da vida contemporânea, mantendo sempre o perfil elegante que sempre fez parte da identidade da marca. O Turnograph Referência 6782, dos anos 1950, é um exemplo.

À esquerda: Overseas de carga automática em aço inoxidável – 2002 | À direita: Cronómetro de bolso em prata - 1944
À esquerda: Overseas de corda automática em aço inoxidável – 2002 | À direita: Cronómetro de bolso em prata – 1944 | © Vacheron Constantin

A partir de 1970, a relojoaria passou por uma fase de transformação e foi nesta altura que se assistiu ao florescimento do dito design integrado: relógios robustos, em aço inoxidável, com braceletes integradas e mostradores de fácil leitura que deram origem a uma nova gama de produtos desportivos e elegantes perfeitos para responder aos novos estilos de vida da época. Neste contexto, em 1977 e no âmbito do 222.º aniversário da sua fundação, a Vacheron Constantin apresentou o 222, idealizado por Jörg Hysek. Equipado com um movimento automático ultraplano, este relógio acabaria por se distinguir pela sua elegância e robustez, reforçada pela luneta canelada e bracelete integrada. O 222 foi o modelo que inspirou a linhagem Overseas, apresentada em 1996.

À esquerda: “Chronomótre Royal” de carga automática em a o inoxidável – 1976 | À direita: Cronógrafo em ouro amarelo Phidias - 1991 | © Vacheron Constantin
À esquerda: Chronomótre Royal de corda automática em aço inoxidável – 1976 | À direita: Cronógrafo em ouro amarelo Phidias – 1991 | © Vacheron Constantin

A exposição

O 222 em ouro amarelo, uma versão de 1981, é uma das peças que vai estar em Lisboa a representar o espírito desportivo da Vacheron Constantin. Mas há mais. O visitante vai poder ainda descobrir um cronómetro de bolso em prata, de 1944, um Chronomètre Royal de corda automática em aço, de 1976, um cronógrafo em ouro amarelo Phidias, de 1991, um Overseas de corda automática em aço inoxidável, de 2002, e um Overseas II de corda automática em aço inoxidável e titânio, de 2010.

À esquerda: Relógio em ouro amarelo "222" com bracelete integrada - 1981 | À direita Overseas II de carga automática em a o inoxidável e titânio – 2010
À esquerda: Relógio em ouro amarelo 222 com bracelete integrada – 1981 | À direita Overseas II de carga automática em a o inoxidável e titânio – 2010 | © Vacheron Constantin

Segundo a marca, os relógios selecionados para esta exposição permitem obter uma visão geral de uma saga épica: «Os relógios desportivos são instrumentos que conjugam uma precisão cronométrica impecável e a robustez necessária para suportar os desafios associados a um estilo de vida ativo. (…) Para ilustrar esta tradição de relógios de precisão e modelos desportivos produzidos pela Vacheron Constantin desde a década de 1940, a Maison recorreu ao seu vasto património, constituído por mais de 1300 peças, para selecionar as mais representativas dos diferentes períodos e tendências. Os relógios selecionados expostos em Lisboa são a prova
da perícia técnica ao serviço da elegância.»

Esta é assim uma exposição de caráter obrigatório. Trata-se de uma oportunidade para conhecer um pouco melhor mais uma das facetas da Vacheron Constantin, porque, afinal, a própria elegância que caracteriza tão bem o percurso da marca tem em si também diversas facetas que se traduzem em verdadeiras boas surpresas.

Interior da Boutique Vacheron Constantin em Lisboa
A exposição na Boutique Vacheron Constantin em Lisboa | © Vacheron Constantin

Tome nota:

Exposição: « Vacheron Constantin e os relógios desportivos»
Data: De 26 de janeiro a 10 de fevereiro de 2022
Local: Boutique Vacheron Constantin | Avenida da Liberdade 192A, Lisboa

Outras leituras