Les Cabinotiers Récits de Voyages: o mundo em relógios únicos (parte 1)

A Vacheron Constantin revelou a série Récits de Voyages com novas criações saídas diretamente do atelier Les Cabinotiers. Cada relógio é uma surpresa que evoca diferentes países e culturas como alusão à expansão histórica da marca pelo mundo. São nove peças únicas. Hoje destacamos o Minute Repeater Tourbillon Tribute to Arabesque e o Minute Repeater Tourbillon Tribute to Art Déco.

A Vacheron Constantin volta a surpreender ao revelar as nove mais recentes criações saídas do ateliers Les Cabinotiers. Estes relógios únicos estão integrados na série Les Cabinotiers Récits de Voyages e evocam a expansão geográfica da casa fundada em Genebra em 1755 à medida que ia havendo um esforço para o estabelecimento de relações comerciais. Cada relógio alude assim a uma região diferente historicamente ligada ao percurso da marca, exibindo elementos estéticos caraterísticos que falam por si.

Les Cabinotiers Récits de Voyages Minute Repeater Tourbillon Tribute to Art Déco | © Vacheron Constantin
Les Cabinotiers Récits de Voyages Minute Repeater Tourbillon Tribute to Art Déco | © Vacheron Constantin

Tal como é habitual nas criações saídas do atelier Les Cabinotiers, os relógios distinguem-se por elementos de exceção e refletem o compromisso para com os ancestrais ofícios artesanais. E todos são distinguidos com o Punção de Genebra. Hoje destacamos duas das nove criações: dois relógios que prestam homenagem aos laços estabelecidos pela marca com o Médio Oriente e os Estados Unidos no início do século XIX, evocando as suas respetivas culturas artísticas.

Les Cabinotiers Récits de Voyages Minute Repeater Tourbillon Tribute to Arabesque | © Vacheron Constantin
Les Cabinotiers Récits de Voyages Minute Repeater Tourbillon Tribute to Arabesque | © Vacheron Constantin

O Minute Repeater Tourbillon Tribute to Arabesque e o Minute Repeater Tourbillon Tribute to Art Déco estão equipados com o Calibre 2755 TMR, um movimento de manufatura com turbilhão e repetição de minutos, com indicação da reserva de marcha visível através do fundo em vidro de safira das caixas de 44mm em ouro. Este movimento beneficiou dos avanços efetuados para o relógio Tour de l’Île que celebrou o 250.º aniversário da Maison.

Minute Repeater Tourbillon Tribute to Arabesque

Les Cabinotiers Récits de Voyages Minute Repeater Tourbillon Tribute to Arabesque | © Vacheron Constantin
Minute Repeater Tourbillon Tribute to Arabesque: uma peça dedicada ao património arquitetónico do mundo muçulmano | © Vacheron Constantin

A relação da Vacheron Constantin com o Médio Oriente teve início em 1817 na Turquia e em 1865, a marca expande-se para o Egito, ainda sob influência otomana. A proximidade com estes mercados e a profundidade histórica das relações comerciais fez com que a marca começasse a receber encomendas, incluindo um relógio a pedido da comunidade suíça do Egito que foi oferecido ao rei Fouad I do Egito em 1929, bem como um relógio oferecido ao seu filho, o rei Farouk, em 1946, que a marca refere como tendo sido o modelo mais complicado do mundo na época.

Les Cabinotiers Récits de Voyages Minute Repeater Tourbillon Tribute to Arabesque | © Vacheron Constantin
Os motivos foram inspirados nos da Grande Mesquita Sheikh Dayed de Abu Dhabi, a maior dos Emirados Árabes Unidos, construída entre 1995 e 2007 | © Vacheron Constantin

Foi este contexto que inspirou o Minute Repeater Tourbillon Tribute to Arabesque da série Les Cabinotiers Réctis de Voyages, uma peça dedicada ao património arquitetónico do mundo muçulmano. Os motivos para decorar este relógio foram inspirados nos arabescos e os motivos florais da Grande Mesquita Sheikh Dayed de Abu Dhabi. Na caixa de 44mm foram assim reproduzidas estas volutas orgânicas e um motivo mais geométrico através da gravação intaglio. Inspirado nos balcões suspensos conhecidos como mashrabiya, o mostrador tem fundo preto e nele sobrepõe-se uma ‘cobertura de treliça’ em ouro branco, trabalhada e gravada.

Por baixo do mostrador vive o Calibre 2755 TMR, um movimento de manufatura com turbilhão e repetição de minutos | © Vacheron Constantin

Minute Repeater Tourbillon Tribute to Art Déco

No início do século XX, a presença da Vacheron Constantin já estava bem estabelecida nos Estados Unidos, especialmente entre as famílias proeminentes do país. Nomes como os Rockefeller, Henry, William James e James Ward Packard estavam entre os clientes da marca. E é nesta altura que os magnatas de negócios decidiram dar às suas sedes em Nova Iorque uma aparência cada vez mais vertical, numa resposta à limitada disponibilidade de espaço na cidade.

O Minute Repeater Tourbillon Tribute to Art Déco é o primeira relógio Vacheron Constantin com mostrador que combina marchetaria de madeira e esmalte champlevé | © Vacheron Constantin

A partir de 1920, Manhattan começou assim a ficar marcada por arranha-céus art déco. Desses, destaque para o Chrysler Building com 319m de altura que, além de se ter tornado na torre mais alta do mundo, se destacava também pela coroa escalonada com arcos revestidos de metal prateado. Foi este edifício que inspirou a decoração do Les Cabinotiers Minute Repeater Tourbillon Tribute to Art Déco.

Um mês de trabalho para criar em metal e madeira esta alusão relojeira à torre do edifício Chrysler, bem como às incrustações de madeira que adornam os seus elevadores | © Vacheron Constantin
Um mês de trabalho para criar em metal e madeira esta alusão relojoeira à torre do edifício Chrysler, bem como às incrustações de madeira que adornam os seus elevadores | © Vacheron Constantin

O Les Cabinotiers Minute Repeater Tourbillon Tribute to Art Déco celebra este marco arquitetónico, com recurso a marchetaria de madeira, uma técnica inspirada, neste caso, na esmaltagem cloisonné. A parte superior plana do mostrador tem um motivo que lembra as decorações interiores típicas do período art Déco e é trabalhada em dois níveis para acentuar a sua profundidade. Para além da marchetaria e da cravação de pedras preciosas, a caixa em ouro rosa é gravada com motivos em ‘espiga’ feitos segundo a técnica de gravação intaglio.

A caixa em ouro rosa é adornada com motivos em ‘espiga’ gravados segundo a técnica intaglio | © Vacheron Constantin

Visite o site oficial da Vacheron Constantin para mais informações.


Outras leituras