SIHH 2019: IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition ‘The Longest Flight’

O Spitfire faz parte da memória de muitos portugueses. Muitos lembram-se dele através das aventuras de Battler Britton, o piloto de caças britânico que foi um herói da II Guerra Mundial nas páginas da revista de Banda Desenhada O Falcão, sob o nome de major Jaime Eduardo de Cook e Alvega. O caça Spitfire, uma das mais sofisticadas invenções da história da aviação, com um design extremamente funcional (devido às suas asas elípticas) foi a estrela da IWC no SIHH. A começar com o seu Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition “The Longest Flight”.

Não poderiam existir dúvidas: no coração do pavilhão da IWC no SIHH de Genebra estava um Spitfire. Simbolizava a forte relação entre o avião que foi o ás dos ares durante o segundo conflito mundial e a marca. Tal como o Spitfire, a coleção de relógios da IWC com o mesmo nome simboliza perfeitamente a forma e a função. O design é inspirado no icónico Mark 11 da marca.

IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition The Longest Flight © IWC
IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition “The Longest Flight” © IWC
IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition The Longest Flight © IWC
IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition “The Longest Flight” © IWC

Pela primeira vez este Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition “The Longest Flight” combina o mecanismo patenteado Timezoner com um movimento automático da própria IWC e surge numa edição limitada a 250 peças. Trata-se de uma edição dedicada ao projecto “Silver Spifire – The Longest Flight”, tendo sido desenvolvido para os pilotos Steve Boultbee Brooks e Matt Jones para coincidir com o seu voo à volta do mundo num Spitfire, que decorrerá no verão deste ano. Os dois pilotos britânicos farão cerca de 43 mil quilómetros através de 30 países no icónico caça. Uma forma de reviver glórias passadas, quando a conquista do céu era um desafio e um risco constante.

IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition The Longest Flight no SIHH 2019 © Miguel Seabra / Espiral do Tempo
IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition “The Longest Flight” no SIHH 2019 © Miguel Seabra / Espiral do Tempo

Muitos aviões icónicos surgiram ao longo das décadas, mas este sempre foi muito especial. Segundo um piloto que manobrou um Spitfire entre as nuvens, “era um avião que não era deste mundo”. E não parecia ser. O projeto de Reginald Mitchell, adotado pela RAF (Royal Air Force) em 1936, tornou-se o exemplo perfeito do desejo de voar pelos céus. Da beleza, do desafio, e do risco. Os seus duelos nos céus de Inglaterra com a aviação da Luftwaffe faz parte das histórias mais recordadas da Segunda Guerra Mundial.

IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition The Longest Flight no SIHH 2019 © Miguel Seabra / Espiral do Tempo
IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition “The Longest Flight” no SIHH 2019 © Miguel Seabra / Espiral do Tempo

Agora, tanto tempo depois, continua a aposta que faz parte da memória mais sólida da IWC: a ligação à linha Pilot que dura há mais de oito décadas. A coleção Spitfire combina forma e função, tal como os caças onde foi buscar inspiração. Neste modelo é de realçar o seu esquema de cores, com a sua caixa de aço inoxidável, o mostrador preto e a pulseira de tecido verde, que recorda o cockpit de um Spitfire.

O relógio pode ser configurado para um fuso horário diferente através de um simples movimento de rotação do bisel. O recém-desenvolvido calibre 82760, aqui utilizado, manufaturado pela IWC, possui corda Pellaton com componentes feitos de cerâmica resistente ao desgaste e possui uma reserva de marcha de 60 horas.

IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition The Longest Flight © IWC
IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition “The Longest Flight” © IWC
IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition The Longest Flight © IWC
IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition “The Longest Flight” © IWC

Este relógio faz parte da sólida relação da IWC com os relógios para aviador que remonta a 1936, e que está espelhada nas coleções Pilot Spitfire, Le Petit Prince e Top Gun (que também tiveram novos modelos apresentados no SIHH). E, também, de uma série de outros modelos ligados ao universo dos Spitfire. De qualquer maneira a IWC sempre manteve uma estreita relação com a RAF desde 1948, com o modelo Mark 11, referência de navegação para pilotos.

Coleções Pilot Spitfire, Le Petit Prince e Top Gun segundo apresentação no SIHH 2019 © Hubert de Haro / Espiral do Tempo
Coleções Pilot Spitfire, Le Petit Prince e Top Gun segundo apresentação no SIHH 2019 © Hubert de Haro / Espiral do Tempo

Para além deste especial “The Longest Flight”, a IWC apresentou no SIHH outros modelos da linha Spitfire, onde a aposta numa caixa de bronze (que, com o tempo, desenvolverá uma pátina especial), para alguns deles, foi uma boa surpresa.

É um imenso mundo de aventuras que este Spitfire da IWC nos promete. À boleia das nossas memórias do major Alvega.

Aqui ficam algumas notas técnicas, mas visite o site oficial da IWC Schaffhausen para mais informações.

Características Técnicas

IWC Schaffhausen
Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition “The Longest Flight”
Edição limitada a 250 peças.

Referência/ IW395501
Movimento/ Mecânico de corda automática Pellaton, Calibre 82760 da IWC, 60 horas de reserva de corda, 28,800 alt./h. (4Hz.).
Funções/ Horas, minutos, segundos, data, timezoner, mostrador 24h para função Worldtimer,
Caixa Ø 46 mm / Aço, vidro em cristal de safira com tratamento antirreflexos, estanque até 60 metros. Vidro protegido contra deslocamento por quedas de pressão de ar. Luneta rotativa em cerâmica. Fundo com gravação especial.
Bracelete/ Têxtil verde.
Preço/ € 14.300

IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition The Longest Flight © IWC
IWC Pilot’s Watch Timezoner Spitfire Edition “The Longest Flight” © IWC 

Outras leituras