Richemont: Cartier e Van Cleef & Arpels com novos CEOs

O grupo Richemont anunciou mudanças nas direções gerais de algumas das suas marcas. Louis Ferla, atual CEO da Vacheron Constantin, irá suceder a Cyrille Vigneron como CEO da Cartier. Já Catherine Rénier, atual CEO da Jaeger-LeCoultre irá suceder a Nicolas Bos como CEO da Van Cleef & Arpels.

O grupo Richemont anunciou mudanças nas direções-gerais da Cartier e da Van Cleef & Arpels. Consequentemente, também vamos assistir a alterações na Vacheron Constantin e na Jaeger-LeCoultre por força destas das nomeações.

Sendo assim, Louis Ferla, atual CEO da Vacheron Constantin, irá suceder a Cyrille Vigneron como CEO da Cartier. A nomeação acontece devido à aposentação deste último, depois de oito anos bem sucedidos à frente da Cartier. Cyrille Vigneron passará assim a assumir o cargo de presidente das áreas de cultura e filantropia da Cartier. Em comunicado, refere-se que trabalhará com Louis Ferla para garantir uma transição tranquila.

Louis Ferla, (à esquerda) foi nomeado CEO da Cartier. Nesta foto encontra-se com Max Hollein, diretor do The Mw, no âmbito da parceria da Vacheron Constantin com o Museu | Foto: Paula Lobo/ The Metropolitan Museum of Art, cortesia Vacheron Constantin

Ferla começou a trabalhar no grupo Richemont em 2001, primeiro com a Alfred Dunhill enquanto Area Sales Manager, em Hong Kong e depois enquanto General Manager, em Taipei. Em 2006, juntou-se à Cartier, onde ocupou vários cargos executivos seniores, nomeadamente no Médio Oriente, na Índia e em África, antes de ser nomeado CEO na China. Em 2015, foi promovido para integrar o comitê executivo de joalharia da marca, enquanto International Director Clients & Business. É CEO da Vacheron Constantin desde 2017.

Já a Van Cleef & Arpels vai passar a estar nas mãos de Catherine Rénier, CEO da Jaeger-LeCoultre, no seguimento da nomeação do CEO da marca Nicolas Bos para CEO da Richemont.

Richemont: À esquerda: Catherine Renier, CEO da Jaeger-LeCoultre | Foto: Johann Sauty, cortesia Jaeger-LeCoultre. À direita: o stand da Grand Maison no Watches and Wonders 2024 | Foto: Cesarina Sousa/Espiral do Tempo
À esquerda: Catherine Renier, CEO da Jaeger-LeCoultre | Foto: Johann Sauty, cortesia Jaeger-LeCoultre. À direita: o stand da Grand Maison no Watches and Wonders 2024 | Foto: Cesarina Sousa/Espiral do Tempo

Tal como Louis Ferla, Catherine Rénier é francesa e tem uma longa carreira ligada ao grupo Richemont. Em 1999, estreou-se como diretora de desenvolvimento e retalho da Cartier América do Norte, em Nova Iorque. Depois, mudou-se para Paris, em 2023, para integrar a Van Cleef & Arpels com o cargo de vice-diretora de marketing. Em 2008, rumou a Hong Kong para apoiar o crescimento da Maison na região Ásia-Pacífico, primeiro como diretora comercial, depois como diretora geral para Hong Kong e Macau SAR, China, em 2011, e, por fim, como presidente para a região Ásia-Pacífico, posição que manteve durante oito anos. Foi nomeada CEO da Jaeger-LeCoultre, em 2018.

Ambas as nomeações têm efeitos a partir de 1 de setembro de 2024.

Philippe Hermann, diretor financeiro, assumirá a função de CEO interino da Jaeger-LeCoultre até que um novo CEO seja anunciado. Por sua vez, o diretor comercial Laurent Perves assumirá a função de CEO interino da Vacheron Constantin.

Outras leituras