fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date

No ano passado, a Jaeger-LeCoultre adicionou dois modelos especiais de mergulho à sua linha Polaris. Com mostradores dégradé de um azul intenso e estanqueidade até 300 metros, o Polaris Mariner Memovox e o Polaris Mariner Date representam um cocktail das valências técnicas da manufatura de Le Sentier; aqui fica a análise ao Polaris Mariner Date.

Criada em 2018 para celebrar o 50º aniversário do Memovox Polaris, a linha Polaris abriu uma nova vertente casual elegante no catálogo da Jaeger-LeCoultre. E depois do lançamento de seis diferentes modelos nesse ano de estreia, a gama Polaris ganhou recentemente uma subdivisão de destaque com a introdução da variante Polaris Mariner — composta por dois exemplares caracterizados por um belo mostrador azul fumé e níveis superiores de estanqueidade que os tornam adequados até para mergulho radical: o Polaris Mariner Memovox e o Polaris Mariner Date.

Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Memovox e Polaris Mariner Date
Duo azul: Polaris Mariner Memovox e Polaris Mariner Date | © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

A história

A base de ambos tem raízes históricas e exalta as competências da Grande Maison nas áreas dos instrumentos de mergulho. Há já algum tempo que a marca pretendia complementar o seu catálogo com uma linha casual elegante que apresentasse características mais desportivas e valências técnicas condizentes; então recuperou os códigos vintage de um modelo de mergulho com alarme — o Memovox Polaris — para os utilizar de modo contemporâneo na linha Polaris, que atualmente contempla o Polaris Memovox (uma reedição do original limitada a 999 exemplares), o Polaris Automatic, o Polaris Date, o Polaris Chronograph, o Polaris Geographic Worldtimer e o Polaris Chronograph WT.

O Polaris Memovox de 2018 e o original Memovox Polaris de 1968
O Polaris Memovox de 2018 e o original Memovox Polaris de 1968 | © Miguel Seabra / Espiral do Tempo

Os dois novos Polaris Mariner vieram enriquecer a coleção e saltaram para o topo das preferências no que diz respeito aos relógios desportivos de 2020. A ligação ao Memovox Polaris de 1968 é ainda mais forte, já que o original também era um instrumento profissional de mergulho — tornado famoso pelo sistema de alarme audível debaixo de água. Foi esse histórico modelo que serviu de inspiração ao grafismo utilizado nos mostradores da linha Polaris regular, dotada de peças com estanqueidade entre os 100 e os 200 metros.

Detalhe do mostrador do Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date
Pormenor do mostrador azul dégradé com algarismos e indexes aplicados | © Jaeger-LeCoultre

Os novos Polaris Mariner estreiam uma estanqueidade a 300 metros e um visual vincadamente marítimo; ambos respeitam a norma ISO 6425 e até vão bem para lá do exigido à tipologia dos relógios de mergulho. Em mãos, tivemos o Polaris Mariner Date. E aqui ficam as nossas notas…

Caixa

O Polaris Mariner Date está dotado de uma caixa redonda de 42 milímetros de diâmetro em aço e com um tratamento da superfície que alterna entre o escovado e o polido, revelando toda a sofisticação aplicada no acabamento — apesar do estilo informal inerente ao espírito de aventura que esteve por trás da criação da linha Polaris. De facto, o efeito escovado é dominante no estabelecimento de uma estética mais casual, enquanto a luneta e as arestas são polidas para oferecer algum contraste. O fundo da caixa é em vidro de safira.

Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date num fundo com três tons de azul
Polaris Mariner Date com caixa do tipo ‘compressor’, incluindo a luneta rotativa interior| © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Bracelete

Formada por três elos e com acabamento entre o escovado e o polido, a bracelete metálica usada nos dois modelos está dotada de um fecho de báscula — e inclui um sistema de extensão que permite regular o ajuste ao pulso ou ao fato de mergulho. Para já, o Polaris Mariner Date é comercializado somente com bracelete metálica, mas também podem ser utilizado com uma correia de pele à escolha. A linha Polaris regular inclui braceletes em cauchu pretas e houve mesmo um Polaris Date com mostrador azul degradé e bracelete em cauchu dedicado ao mercado americano, mas a linha Polaris Mariner foi pensada para ter um visual full steel.

Detalhe da bracelete em aço do Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date
A bracelete é formada por três elos e contempla um acabamento entre o escovado e o polido | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Coroas

No Polaris Mariner Date, a coroa de cima permite ajustar a luneta rotativa interna e a de baixo serve para ajustar os ponteiros (horas, segundos) e a data. Todos os modelos da linha Polaris e Polaris Mariner dispensam as coroas de rosca habituais em modelos do género devido a avanços na tecnologia das juntas vedantes e à excelência de construção.

Detalhes das duas coroas do Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date e do pormenor laranja quando a coroa está para fora
Pormenor: o ‘aviso’ laranja que indica que a coroa da luneta interior está desenroscada | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Com uma diferença: a coroa associada à luneta rotativa interior (a coroa do meio no Polaris Mariner Memovox e a das 2 horas no Polaris Mariner Date) é de rosca, mas não devido ao hermetismo. Tem a ver com a necessidade de fixar a luneta no ponto da escala definido pelo mergulhador para calcular o tempo debaixo de água, de modo a impedir qualquer rotação involuntária; quando a coroa não está bem enroscada surge um detalhe a laranja visível na sua base.

Mostrador

Os Polaris Mariner distinguem-se dos restantes modelos Polaris ‘regulares’ através do mostradores azul fumado, combinado com detalhes a laranja e indicações luminescentes. O azul dégradé é enriquecido com três tipos de acabamento que lhe dá profundidade e que foi ‘pescado’ num Polaris II muito funky produzido entre 1970 e 1972.

Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date visto de frente
Os Polaris Mariner distinguem-se dos modelos Polaris ‘regulares’ através do mostrador azul fumado, combinado com detalhes a laranja | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Para além das variações azuladas tão evocativas do mundo náutico e dos graus de profundidade, o tratamento de superfície também contribui para o efeito visual: raiado no centro, granulado na orla e opalino nas escalas exteriores — três círculos concêntricos de diferentes texturas, índices em forma de trapézio e três algarismos árabes. O disco central é escovado com efeito radial, complementando a granulação do anel do meio e o acabamento opalino do anel externo, que funciona como luneta giratória unidirecional.

Luminescência

Os ponteiros, marcadores trapezoidais das horas e algarismos estilizados são preenchidos com SuperLumiNova para garantir excelente legibilidade com pouca luz, condição obrigatória em todos os relógios de mergulho. Mas a Jaeger-LeCoultre fez ainda melhor, maximizando a segurança, ao usar cores diferentes para distinguir os ponteiros da horas e dos minutos. O ponteiro dos segundos tem a ponta em laranja para melhor visibilidade durante o dia, além de uma secção luminescente central que evita qualquer possibilidade de confusão com os outros ponteiros.

Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date numa imagem com baixa luminosidade para se ver um pouco dos seus ponteiros, marcadores trapezoidais das horas e algarismos com luminescência.
Os ponteiros, marcadores trapezoidais das horas e algarismos estilizados são preenchidos com SuperLumiNova | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Motorização

No Polaris Mariner Date, o histórico Calibre 899 (estreado há já 15 anos) sofreu uma atualização de monta e apresenta-se agora com um novo escape e âncora feitos em silício para maior resistência aos campos magnéticos e minimizar a fricção, consumindo menos energia. A roda dos segundos foi redesenhada para proporcionar um melhor deslizar do ponteiro; os parafusos do balanço são concebidos em titânio e até os óleos lubrificadores do movimento foram feitos segundo uma nova fórmula tendo em conta os novos materiais utilizados. O rotor esqueletizado em metal denso garante uma visão desobstruída do mecanismo. O tambor de corda foi redesenhado e aumentado para acolher uma mola principal mais forte e mais comprida, com a autonomia de corda a passar das 38 para as 70 horas.

O histórico Calibre 899 atualizado para o Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date
O histórico Calibre 899, atualizado em 2020 com maior autonomia e propriedades anti-magnéticas | © Jaeger-LeCoultre

Garantia

Como todos os relógios saídos da manufatura, o Polaris Mariner Date contempla a insígnia ‘1000 Horas’ — o teste de fiabilidade Master Control criado pela Jaeger-LeCoultre em 1992 que elevou os padrões de exigência da indústria relojoeira. E, igualmente à semelhança dos restantes modelos do catálogo, apresenta uma garantia de oito anos — o triplo da maioria dos relógios mecânicos presentes no mercado.

Fundo de caixa com o movimento a descoberto através de vidro de safira, do Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date
Fundo de caixa com a insígnia ‘1000 Horas’ alusiva aos intensivos testes de qualidade | © Jaeger-LeCoultre

Características técnicas

Jaeger-LeCoultre
Polaris Mariner Date

Referência | Q9068180
Movimento | Mecânico de corda automática, Calibre Jaeger-LeCoultre 899. Reserva de corda de 70 horas.
Caixa Ø 42 mm, 13,92 mm de espessura | Aço escovado e polido. Fundo em vidro de safira. Estanque até 30 bar.
Funções | Horas/minutos/segundos, data, luneta interna rotativa unidirecional.
Mostrador | Azul degradé, acabamento efeito solar, granulado e opalino
Bracelete | Aço com fecho de báscula
Preço em Portugal | 11.200 €

Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date visto de frente
Jaeger-LeCoultre Polaris Mariner Date | © Jaeger-LeCoultre

Visite o site oficial da Jaeger-LeCoultre ou o site oficial da Watchers para mais informações.

Outras leituras