fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Seiko e o (im)pulso comemorativo

Fundada em 1881, a Seiko celebrou o seu 140º aniversário em 2021 — mas em 2023 tem outros motivos históricos para comemorar e vai iniciar o ano com um novo relógio comemorativo: o do 110º aniversário do seu primeiro relógio de pulso.

A Seiko gosta de se antecipar e não mede as suas decisões por quaisquer dinâmicas do mercado relojoeiro internacional. E é por isso que, ainda em 2022 e durante o período festivo, adiantou já o primeiro relógio comemorativo de um ano de 2023 com muito para celebrar — depois de em 2021 ter já apresentado um alargado lote de variadas edições comemorativas para todos os gostos e bolsas. Mas porquê tanta celebração num tão curto espaço de tempo?

Seiko Presage 110º aniversário de Edição Limitada SPB359J1
O novo relógio recupera a forma e o design do Laurel de 1913 em cada detalhe | © Seiko

Para começar, o percurso da Seiko começou precisamente em 1881 — quando Kintaro Hattori abriu uma loja em Ginza de reparação e venda de relógios, daí os relógios comemorativos do 140º aniversário em 2021. Em 1892, Kintaro Hattori abriu uma fábrica a que chamou Seikosha, para produzir os seus próprios relógios de parede. Vinte anos mais tarde, quando os relógios de bolso eram ainda a norma, o fundador já estava a efetuar experiências com relógios adaptados ao pulso, uma nova tendência à época; produziu então o primeiro relógio de pulso do Japão, o Laurel, em 1913. Foi a primeira de muitas invenções que contribuíram para a evolução da arte relojoeira, incluindo o primeiro relógio de pulso de quartzo em 1969 (o Astron), e uma tecnologia revolucionária que associa os princípios mecânicos às qualidades do quartzo, em 1999 (o Spring Drive).

Apenas 11 anos depois de Kintaro Hattori fundar a sua empresa com apenas 21 anos, ele abriu sua primeira manufatura
Apenas 11 anos depois de fundar a sua empresa com apenas 21 anos, Kintaro Hattori abriu a primeira manufatura da marca | © Seiko

Ou seja, a Seiko celebra o 110º aniversário do seu primeiro relógio de pulso em 2023 e vai efetuar o lançamento de vários modelos comemorativos ao longo do ano. Para já, as festividades arrancam com o anúncio de uma nova criação Presage inspirada no lendário Laurel de 1913; a reedição ostenta a forma e o design do original em cada detalhe mas com alguns twists.

Kintaro Hattori, fundador da Seiko
Kintaro Hattori, o fundador | © Seiko

No que diz respeito à estrutura, a caixa redonda é inédita na linha Presage e foi cuidadosamente elaborada para preservar a forma do Laurel de há 110 anos; os emblemáticos algarismos árabes, os ponteiros azulados de estilo retro e a coroa grande em forma de cebola foram fielmente recriados de acordo com o original. Reforçando o estilo nostálgico, o mostrador surge com um esmalte imaculado que foi concebido pelo mestre Mitsuru Yokosawa e colegas artesãos de uma oficina especializada na produção de esmalte. O mostrador ostenta um centro rebaixado como o do original e a sua beleza é preservada pelo vidro de safira tipo glassbox com revestimento antirreflexo na face interna, proporcionando uma legibilidade ótima a partir de qualquer ângulo. No geral, o estilo é evocativo dos mostradores da altura — inspirados nos dos relógios de bolso. A própria caixa em aço polido é reminiscente das que se usavam nos modelos de bolso e que foram ‘transplantadas’ para o pulso.

Mostrador do Seiko Presage 110º aniversário de Edição Limitada SPB359J1
Tal como o original de 1913, a recriação exibe um mostrador em esmalte imaculado e o estilo recorda os relógios de bolso | © Seiko

Já no plano mecânico, a história é diferente. Ao invés de um movimento de corda manual, o Laurel do 110º aniversário é motorizado por um moderno calibre automático de alto desempenho: o Calibre 6R27, que oferece um indicador de reserva de marcha na posição das 9 horas e data às 6 horas — declinada em formato analógico para melhor se assemelhar ao submostrador de pequenos segundos do Laurel original de 1913.

Seiko Presage 110º aniversário de Edição Limitada SPB359J1
O relógio apresenta asas móveis e uma correia dupla em pele com base separável | © Seiko

A Seiko produz relógios mecânicos há mais de um século e tanto a fiabilidade dos seus calibres de fabrico próprio como a relação qualidade/preço colocam-na num patamar à parte no contexto da relojoaria contemporânea, garantindo um estatuto de culto entre os aficionados e colecionando galardões nos principais concursos suíços. As reedições de modelos históricos são muito apreciadas, como será seguramente o novo Presage que presta tributo ao 110º aniversário do lendário Laurel — para não falar dos tão afamados modelos de mergulho Prospex (a contração da nomenclatura Professional Specifications) e mesmo os populares desportivos Seiko 5, sem esquecer o patamar superior com a chancela Grand Seiko (tornada marca autónoma a partir de 2017).

pormenor do algarismo 4 no mostrador do Seiko Presage 110º aniversário de Edição Limitada SPB359J1
A forma peculiar do número 4 no Laurel original é reproduzida no mostrador da reedição | © Seiko

A popularidade e a admiração transformaram-se em enorme respeito pelo que a Seiko representa: a marca nipónica produz relógios mecânicos de pulso há mais de um século e tanto a fiabilidade dos seus calibres de fabrico próprio como a relação qualidade/preço colocam-na num patamar à parte no contexto da relojoaria contemporânea. Os importantes galardões que tem ganho ultimamente em ‘território inimigo’, no Grand Prix d’Horlogerie de Genève, confirmam isso mesmo — como sucedeu este ano com o seu primeiro turbilhão, o Grand Seiko Kodo Constant-Force Tourbillon.

O Laurel de 1913

A Primeira Guerra Mundial de 1914-1918 popularizou parcialmente os relógios de pulso, então considerados ainda algo femininos. A maior parte das companhias relojoeiras ainda estava muito focada na manufactura de relógios de mesa e de bolso mas Kintaro Hattori, que tinha antecipado a era do relógio de pulso, pensou mais à frente e deu início ao desenvolvimento do seu próprio relógio de pulso. Foi assim que, em 1913, a então denominada Seikosha (a designação Seiko surgiu a partir de 1924) arrancou com a produção do Laurel — investindo no desenvolvimento de todas as tecnologias de manufactura de calibres relojoeiros de menores dimensões, desde o design ao fabrico de micro-componentes e de ferramentas e maquinaria.

Laurel original de 1913 que serviu de inspiração para o Seiko Presage 110º aniversário de Edição Limitada SPB359J1
O Laurel original de 1913 que serviu de inspiração para a nova edição limitada | © Seiko

Esse investimento manteve-se contínuo ao longo dos tempos e, em 2014, a Sociedade Japonesa de Engenheiros Mecânicos (Japan Society of Mechanical Engineers) incluiu mesmo o Laurel na sua lista de ‘Mechanical Engineering Heritages’. Foi o reconhecimento oficial pelo contributo do primeiro relógio de pulso japonês para o desenvolvimento da tecnologia mecânica.

As nossas impressões

Não há que enganar. Tudo o que sai da Seiko (ou quase tudo!) é de qualidade e as tiragens comemorativas são sempre interessantes ou mesmo históricas. O novo Presage em edição limitada comemorativa do 110º aniversário do Laurel e da própria manufactura relojoeira da Seiko apresenta um estilo de época que seguramente será do agrado de muitos saudosistas e aficionados. Por exemplo, o número 12 a vermelho é uma caraterística dos relógios de pulso da altura — para dar ao utilizador uma referência porque o ângulo de visão no pulso é diferente do dos relógios de bolso que se liam na palma da mão. A correia dupla tipo Bund também é evocativa desses tempos históricos, tal como o estilo dos algarismos e dos ponteiros. Está disponível a partir de Janeiro de 2023 nas Boutiques Seiko e agentes selecionados em todo o mundo, numa edição numerada restrita a 2.500 peças e com preço abaixo dos 2.000 euros.

Seiko Presage 110º aniversário de Edição Limitada SPB359J1 visto de frente em fundo branco
Presage de Edição Limitada SPB359J1 | © Seiko

Características técnicas

Seiko
110º Aniversário da Manufactura Relojoeira Seiko
Presage Limited Edition SPB359

Ano de lançamento | 2022

Edição limitada a 2500 exemplares

Movimento | Mecânico de corda automática. Calibre 6R27. 45 horas de reserva de corda, 29 rubis, 28.000 alt/h; resistência magnética: 4.800 A/m.
Funções | Horas, minutos, segundos. Data às 6h e indicação de reserva de corda às 9h.
Caixa ø 37,5mm | Aço. Vidro de safira com revestimento antirreflexo. Estanque até 50 metros.
Bracelete | Dupla com base separável; pele de cervo.
Preço | 1.900 €

Visite o site oficial da Seiko para mais informações.


Espiral do Tempo 81

Outras leituras