Cuervo y Sobrinos: Buceador ‘Pipin’, um mergulhador de lenda

A Cuervo y Sobrinos mergulhou nas suas raízes para lançar um relógio especial de mergulho em colaboração com um lendário free style diver: ‘Pipin’ Ferreras, detentor de mais de 20 recordes mundiais e mentor de toda uma nova geração de mergulhadores. Estivemos em Puerto Banús para o lançamento e entrevistamos o ídolo cubano.

Tem sede na suíça e a produção é inteiramente helvética, mas o espírito é decididamente latino e os seus relógios marcam pela diferença — tanto no plano do design das caixas como na vertente das combinações cromáticas. Massimo Rossi, o respetivo CEO, gosta de repetir que a Cuervo y Sobrinos «é uma marca com alma latina e coração suíço». E, apesar do quartel-general nas margens do Capolago, no sul da Suíça e perto da fronteira com a Itália, a Cuervo y Sobrinos continua muito ligada às suas origens caribenhas e a Cuba. Como se pode constatar pela sua coleção de mergulho e a parceria com o lendário Francisco ‘Pipin’ Ferreras. E pela nomenclatura utilizada.

No pulso: o Buceador Caribe ‘Pipin’ em Puerto Banús | Foto: Miguel Seabra/Espiral do Tempo

A linha de relógios de mergulho é denominada Buceador (que significa mergulhador, em castelhano) e as cores são inspiradas na caleidoscópica paleta das Caraíbas. E foi sem surpresa que, aquando do lançamento da linha Buceador, a Cuervo y Sobrinos tenha feito uma primeira edição limitada de tributo a ‘Pipin’ Ferreras, em 2021 — então em tons verdes. Três anos volvidos, a marca helvética fundada na cidade de Havana (em 1882!) lançou uma segunda edição limitada em colaboração com o lendário mergulhador cubano, a par de novas cores para os modelos Buceador Caribe presentes no catálogo regular. Tudo em tons muito estivais.

Buceador Caribe ‘Pipin’ Ferreras

O Buceador Caribe ‘Pipin’ com as suas duas vestimentas disponíveis | Foto: cortesia Cuervo y Sobrinos

O novo modelo dedicado a ‘Pipin’ Ferreras é branco e faz-se acompanhar de uma bracelete branca em cauchu e de uma correia de pele azul, ambas dotadas de um sistema de troca rápida. A combinação mais ‘alva’ apresenta-se especialmente vocacionada para o verão, sendo que o relógio muda muito de personalidade quando apetrechado com a mais contrastante correia azul. A utilização do azul e do vermelho nos detalhes do relógio (ponteiros, algarismos e indexes, escala na luneta rotativa interior, coroa do acerto das horas e coroa de rotação da escala interior) não é feita ao acaso: o azul, o vermelho e o branco são os tons dominates do estandarte cubano. Que se conjugam especialmente bem no Buceador Caribe ‘Pipin’.

‘Pipín’ Ferreras foi vedeta em Puerto Banús | Foto: Miguel Seabra/Espiral do Tempo

Mas, afinal, quem é ‘Pipin’? De nome Francisco Ferreras e nascido em 1962, é um herói nacional cubano e um mito no universo dos mergulhadores — tendo inspirado a cultura de freediving dos tempos modernos e sendo também conhecido por ‘peixe humano’. Iniciou a sua aventura submarina precocemente, com apenas cinco anos; mergulhadores italianos que o conheceram enquanto muito jovem reconheceram as suas excecionais qualidades aquáticas e encorajaram-no ainda mais, já que ele atingia facilmente e sem treino específico profundezas apenas ao alcance dos melhores mergulhadores da altura.

O novo Cuervo y Sobrinos Buceador Caribe ‘Pipin’ | Foto: cortesia Cuervo y Sobrinos

Dedicou-se mais ao free diving e à disciplina radical ‘No Limits’; a partir dos 27 anos estabeleceu 21 recordes mundiais certificados, aos quais acrescentou mais uma vintena não homologada. Atendendo à sua naturalidade cubana e ao seu lendário estatuto, ‘Pipin’ Ferreras apresentava-se naturalmente como o parceiro ideal para a linha de mergulho da Cuervo y Sobrinos — porque a origem da marca é precisamente cubana.

‘Pipín’ Ferreras e Massimo Rossi, CEO da Cuervo y Sobrinos | Foto: Miguel Seabra/Espiral do Tempo

A história da Cuervo y Sobrinos remonta a 1882, quando Ramón Fernández Cuervo — um imigrante espanhol vindo das Astúrias — passou a ter a companhia dos seus sobrinhos na gestão da sua reputada joalharia/relojoaria nos tempos em que Havana era uma florescente capital das Caraíbas onde grandes figuras norte e sul-americanas pontificavam. A revolução de Fidel Castro e Che Guevara veio mudar a dinâmica da metrópole caribenha, mas a Cuervo y Sobrinos renasceu no presente milénio com uma emblemática sede na Suíça em 2008 e reabriu a sua histórica boutique em Havana no ano seguinte pela mão do colecionador Marzio Villa.

Cores bem estivais e a assinatura do lendário mergulhador no mostrador | Foto: cortesia Cuervo y Sobrinos

Hoje em dia, a marca independente liderada por Massimo Rossi (um grande apreciador de Portugal, tendo uma casa de férias em Lagos) apresenta uma interessante coleção que tem na linha Historiador os seus best-sellers e que também está muito ligada às corridas de carros clássicos — como o circuito Historic Endurance, que passa frequentemente pelo Autódromo do Estoril e que já teve um cronógrafo dedicado em edição limitada. No mês passado, a Cuervo y Sobrinos renovou completamente a gama Robusto e juntou-lhe uma variante Robusto ‘Sans Souci’ muito apelativa para quem gosta de um estilo mais rétro.

O perfil e os detalhes especiais do Buceador Caribe ‘Pipin’ | Foto: cortesia Cuervo y Sobrinos

Os Buceador Caribe apresentam um estilo mais moderno e, apesar de as apelativas cores projetarem uma imagem mais lúdica, são relógios com interessantes caraterísticas técnicas: a construção em contentor garante estanqueidade até aos 200 metros e um engenhoso sistema de segurança, operado por uma patilha exterior às 4 horas, liberta a utilização da coroa às 2 horas que promove a rotação da escala rotativa interior e permite ao mergulhador fazer os seus cálculos de tempo. O fundo da caixa apresenta a gravação de um mergulhador rodeado de peixes tropicais.

Três novos Buceador Caribe

Inspirada nos tons das praias e dos mares nas imediações de Havana, a primeira série Buceador Caribe foi composta por modelos em aço de mostrador azul escuro e azul claro em dégradé e outro em aço escurecido PVD com mostrador preto. Os novos modelos incluem, para além da tiragem limitada dedicada a ‘Pipin’ Ferreras, uma versão Turquoise Sea com mostrador turquesa e detalhes laranja, e outra Emerald Sea com mostrador verde e detalhes amarelos.

Os novos modelos Buceador Caribe do catálogo regular da Cuervo y Sobrinos | Foto: Miguel Seabra/Espiral do Tempo

Os ponteiros, algarismos e indexes estão preenchidos com material luminescente Super-LumiNova de última geração e o calibre utilizado é o CyS 2186 (base Soprod) de corda automática. A edição especial ‘Pipin’ Ferreras de mostrador branco está limitada a 171 exemplares (171 metros é o mergulho mais fundo protagonizado pelo mítico cubano, em novembro de 2003) e tem sido adequadamente apresentada em vários locais de destaque nas costas espanhola e italiana — sempre com o mar por perto.

Buceador Caribe Emerald Green com bracelete têxtil | Foto: cortesia Cuervo Y Sobrinos

Estivemos com ‘Pipin’ Ferraras em Puerto Banús, na costa de Marbella, quando o relógio foi apresentada na relojoaria Gomes y Molina. «O meu avô tinha um relógio Cuervo y Sobrinos, pelo que estou muito contente com a parceria e em particular esta segunda edição limitada», disse-nos. «Não só pelos tons utilizados, com o branco dominante e no geral mais claros do que o verde na primeira edição, mas também porque a tiragem é maior, de 171 peças. A primeira foi de somente 50 exemplares e estava sempre a encontrar pessoas que me diziam que gostavam de ter o meu relógio mas que já não o conseguiam encontrar; agora terão a sua oportunidade. Também gosto de esta segunda edição apresentar a minha assinatura no mostrador».

Com ‘Pipin’ Ferraras na costa de Marbella, quando o relógio foi apresentado em Puerto Banús | Fotos: Miguel Seabra/ Espiral do Tempo

E fez uma revelação: «Para mim, o relógio é mais um companheiro do que o instrumento de mergulho que pode ser para os outros. Tenho perfeita consciência dos timings de mergulho, tenho uma espécie de relógio biológico e calculo os tempos de modo muito aproximado. O relógio serve-me para confirmar se estou completamente pontual ou não».

Buceador Caribe Turquoise Sea com bracelete em cauchu| Foto: cortesia Cuervo Y Sobrinos

No próximo dia 11 de agosto, ‘Pipin’ Ferreras vai desafiar-se até ao extremo e tentar igualar um recorde seu de 112 metros de profundidade nas águas cubanas ao largo de Trinidad. Com 62 anos. No pulso, terá um Cuervo y Sobrinos Buceador ‘Pipin’ com a sua assinatura no mostrador. Noblesse oblige

Outras leituras