fbpx

Tudor Black Bay Fifty-Eight ‘Navy Blue’

E aqui está a primeira grande novidade 2020 da Tudor: seguindo a sua tradição dos relógios desportivos azuis e complementando ainda mais a sua coleção Heritage , a marca apresenta a versão ‘Navy Blue’ do Black Bay Fifty Eight. Um relógio com mostrador e luneta em ‘azul Tudor’ que está disponível nas três habituais versões de bracelete. Fomos conhecê-lo.

Por Cesarina Sousa e Miguel Seabra

O Heritage Black Bay Fifty-Eight conquistou muitos aficionados a partir do momento em que foi lançado pela Tudor na edição de 2018 de Baselworld. E conquistou por diversos motivos: pelas dimensões mais pequenas relativamente ao regular Black Bay, pelos elementos de estilo especialmente vintage característicos da coleção Heritage e até por não apresentar a janela para a data que incomoda alguns puristas.

Tudor Black Bay Fifty-Eight “Navy Blue” ref. 79030B
Fifty-Eight ‘Navy Blue’, o primeiro grande lançamento da Tudor em 2020 © Tudor

Agora, depois de alguma expectativa face às suas novidades, a Tudor desvelou o Black Bay Fifty-Eight ‘Navy Blue’, o primeiro grande lançamento da marca neste ano. Um relógio azul e descontraído que já está a dar que falar — pela positiva. Tivemos a oportunidade de constatar pessoalmente as razões do seu sucesso.

Azul no novo Black Bay Fifty-Eight e na calçada portuguesa © Miguel Seabra/Espiral do Tempo
Azul no novo Black Bay Fifty-Eight e na calçada portuguesa © Miguel Seabra/Espiral do Tempo

Black Bay Fifty-Eight ‘Navy Blue’

Na prática, o novo Black Bay Fifty-Eight ‘Navy Blue’ tem muito do modelo de 2018. A grande diferença está na cor do mostrador e da luneta, sendo que existe um certo paralelismo entre a apresentação dos primeiros dois Black Bay Fifty-Eight de 39mm de diâmetro e os dois primeiros Black Bay de 41mm — lançados respetivamente em 2012 (Black Bay Burgundy com mostrador preto, luneta vermelho sangue e detalhes dourados) e 2014 (Black Bay Blue com mostrador preto, luneta azul escura e detalhes prateados).

Tudor Black Bay Fifty-Eight “Navy Blue” ref. 79030B
O Black Bay Fifty-Eight ‘Navy Blue’ mantém-se fiel à estética Black Bay — com ponteiros snowflake (assinatura da marca desde 1969) das horas e dos segundos e os característicos indexes circulares sobredimensionados © Tudor

Depois do primeiro Fifty-Eight com mostrador preto, luneta preta e detalhes dourados em 2018, a nova versão surge com a mesma caixa em aço de 39 mm por 11,9 mm de espessura com acabamento acetinado e mantém-se fiel à linhagem Black Bay — dando protagonismo aos ponteiros snowflake (uma assinatura da marca desde 1969) e com os característicos indexes circulares sobredimensionados. Tanto os indexes, como os ponteiros das horas e dos minutos têm revestimento luminescente de grande qualidade que acentuam a legibilidade e mesmo a visibilidade de baixo de água. A nota de destaque vai para o mostrador e luneta em azul navy, um piscar de olho ao passado náutico da marca: de facto, em 1969, a Tudor lançou um modelo de mergulho com mostrador e luneta azuis.

Tudor Black Bay Fifty-Eight “Navy Blue” ref. 79030B
O ‘azul Tudor’ tornou-se uma referência estética, tendo sido usado desde o primeiro modelo em azul de 1969 por vários outros relógios da marca até ao presente © Tudor

A partir daí, outros relógios desportivos do seu portefólio começaram também a adotar a mesma tonalidade, tornando-se de imediato numa referência estética conhecida como ‘azul Tudor’. Aliás, a cor foi mesmo usada pela marinha francesa nos seus Tudor Submariner durante os anos 70. O Black Bay Fifty-Eight ‘Navy Blue’ segue assim a tradição associada à Marine Nationale e a sua tonalidade azulada é bem distinta da do Black Bay Blue; também a excelente bracelete de tecido confecionada na Julien Faure com fivela ajustável é diferente, devido à lista prateada no centro.

O Black Bay Blue de 41mm e o novo Black Bay Fifty-Eight Navy Blue de 39mm; também a bracelete de tecido é diferente © Miguel Seabra/Espiral do Tempo
O Black Bay Blue de 41mm e o novo Black Bay Fifty-Eight Navy Blue de 39mm; também a bracelete de tecido é diferente © Miguel Seabra/Espiral do Tempo

Quanto à máquina, o relógio está equipado com o mesmo movimento automático do primeiro Fifty-Eight. O calibre MT5402 de manufatura da Tudor, dotado de 70 horas de reserva de corda e precisão certificada pelo Contrôle Officiel Suisse des Chronomètres (COSC).

Tudor Black Bay Fifty-Eight “Navy Blue” ref. 79030B
O calibre MT5402 com 70 horas de reserva de corda e certificado pelo COSC © Tudor

Complementado por diferentes versões de braceletes à escolha, o Black Bay Fifty-Eight ‘Blue Navy’ não muda de preço relativamente ao original preto. Os valores começam nos 3.230 euros para as versões com bracelete em tecido Julien Faure ou correia sintética dita soft touch (uma novidade!) e acabam nos 3.530 euros para a versão com bracelete de aço de inspiração rétro e rebites laterais.

Tudor Black Bay Fifty-Eight “Navy Blue” ref. 79030B
O mostrador e a luneta em azul marinho representam um piscar de olho ao passado da marca © Tudor
Tudor Black Bay Fifty-Eight “Navy Blue” ref. 79030B
A história dos relógios de mergulho Tudor remonta a 1954 com o lançamento do Ref. 7922; estanque até 100
metros (330 pés), é o primogénito de uma longa linhagem de ‘divers’ © Tudor

As nossas impressões

O novo Tudor Black-Bay Fifty-Eight ‘Navy Blue’ chega na altura certa. Em pleno verão, a marca opta por apresentar uma nova versão de um modelo que representa já um sucesso, mas acrescenta-lhe um toque de contemporaneidade com o azul bem forte perfeito para dar cor a esta altura do ano — evocando o azul tão associado ao verão ou mesmo às informais calças de ganga.

Verão azul em Cascais com o Black Bat Fifty-Eight Navy Blue © Miguel Seabra/Espiral do Tempo
Verão azul em Cascais com o Black Bay Fifty-Eight Navy Blue © Miguel Seabra/Espiral do Tempo

Ao mesmo tempo, é preciso dizer que o contraste em termos de identidade é muito evidente em relação ao primeiro modelo. Neste caso, dá perfeitamente para contemplar o modelo anterior e este agora numa mesma coleção pessoal, sem soar à mesma coisa. Porquê? Porque um apresenta uma personalidade mais vintage com as suas nuances em dourado velho no mostrador/luneta e o outro uma personalidade mais leve e atual. De facto, o azul continua a ser uma cor tendência em relojoaria, mas quando vem complementado por uma história que faz sentido no âmbito da herança da marca acrescenta-lhe algo um pouco mais especial. Acreditamos que será um relógio muito procurado. Já o tivemos em mãos e no pulso — e, para além do conforto, o tamanho torna-o especialmente versátil uma vez que fica igualmente bem em pulsos mais estreitos, sejam eles masculinos ou femininos.

Tudor Black Bay 58
O novo Black Bay Fifty-Eigth ‘Navy Blue’ é um relógio muito versátil e de espírito descontraído © Cesarina Sousa / Espiral do Tempo

Características Técnicas

Tudor
Black Bay Fifty-Eight

Referências/ M7903B-002 (bracelete ‘soft touch’); M7903B-003 (bracelete de tecido); M7903B-001 (bracelete em aço);
Movimento/ Mecânico de corda automática Calibre de manufatura MT5402
Funções/ Horas, minutos e segundos.
Mostrador / Azul, côncavo. Ponteiros e indexes luminescentes.
Caixa Ø 39 mm/ Aço com acabamento polido e acetinado, vidro em cristal de safira côncavo. Luneta rotativa azul. Estanque até 200 metros.
Bracelete/ Aço, tecido azul ou material azul ‘soft touch’.
Preços/ € 3.530 (bracelete em aço); € 3.230 (‘soft touch’ e em tecido).

Tudor Black Bay Fifty-Eight “Navy Blue” ref. 79030B
Tudor Black Bay Fifty-Eight ‘Navy Blue’ © Tudor

Visite o site oficial da Tudor para mais informações.

Outras leituras