Maurice de Mauriac Rallymaster III e o ténis na relva

O terceiro relógio colaborativo da Maurice de Mauriac com a Racquet Magazine celebra a histórica associação da marca de Zurique à modalidade das raquetas — desta vez numa edição inspirada pelo tradicional ténis britânico em courts de relva: o Rallymaster III.

No início do mês de julho, já se sabe: a fina flor do ténis mundial está em Wimbledon para competir no mais prestigiado de todos os torneios e os courts relvados do All England Club têm assistido a um autêntico desfilar de marcas relojoeiras. Claro que a Rolex é official timekeeper e tem uma legião de embaixadores entre vedetas do presente e lendas do passado, mas atualmente a panóplia de marcas que escolhe associar-se à modalidade e tem acordos com tenistas de destaque é cada vez mais vasta — da De Bethune à Bovet e da Bulgari à TAG Heuer, passando por marcas relativamente recentes como a Norqain e a Bianchet. E depois há a Maurice de Mauriac, que acabou de lançar mais um modelo inspirado pelo ténis.

O novo Maurice de Mauriac x Racquet Rallymaster III | Foto: cortesia Maurice de Mauriac

Para além de ter apoiado Stan Wawrinka no início da sua carreira, de ter sido relógio oficial do Open da Suíça em Gstaad e de ter lançado um modelo com a assinatura de Stan Smith (sim, o lendário campeão que dá nome às famosas sapatilhas da adidas!), a Maurice de Mauriac iniciou uma parceria com a revista de culto Racquet que se tem traduzido numa série  de edições limitadas inspiradas no ecossistema (cores, courts) dos quatro maiores eventos da modalidade — mas através de uma interpretação muito especial de Carlton DeWoody, um reputado designer americano de interiores que é também um grande aficionado da relojoaria e do ténis. E que tem uma sensibilidade estética muito próxima da de Wes Anderson, o cineasta e roteirista norte-americano que gosta muito das tonalidades dos anos 60 e dos tons pastel.

Rallymaster III

No pulso: o Rallymaster III no mais prestigiado torneio de ténis do mundo | Foto: Miguel Seabra/Espiral do Tempo

Carlton DeWoody esteve presente, juntamente com Massimo e Leonard Dreifuss (filhos do fundador da Maurice de Mauriac, Daniel Dreifuss), no lançamento do Rallymaster III — que teve lugar numa casa perto do All England Club, onde nesta quinzena decorre o torneio de Wimbledon. Também marcaram presença várias individualidades ligadas aos relógios e ao ténis, incluindo alguns jogadores que conseguiram escapar à rotina dos encontros ou dos treinos, e ainda diretores de torneios e jornalistas. Sem esquecer, obviamente, o grande Stan Smith.

O estojo do Rallymaster II com duas braceletes e uma bola personalizada | Foto: cortesia Maurice de Mauriac

Tal como as duas versões anteriores, o novo Rallymaster III também se inspira em mostradores gráficos de relógios dos anos 60 e 70. «O meu objetivo foi o de unir o passado e o presente, reinterpretando o design clássico com uma lente contemporânea», explica Carlton DeWoody. «Tenho uma grande preferência por relógios vintage, procurando muitas vezes referências com padrões, fontes e outros detalhes gráficos inusitados. Os submostradores multicoloridos nos antigos cronógrafos de regata e de automobilismo foram a inspiração perfeita para a série colaborativa entre a Maurice de Mauriac e a Racquet Magazine».

O Rallymaster III é m relógio versátil e unissexo | Fotos: cortesia Maurice de Mauriac
Um relógio versátil e unissexo | Fotos: cortesia Maurice de Mauriac

A relva é a superfície de jogo original do ténis e a mini-temporada britânica em courts relvados é composta por uma série de torneios que conduzem ao mais antigo e prestigiado dos quatro eventos do Grand Slam — Wimbledon.  O novo Rallymaster III apresenta um mostrador verde oliva que remete precisamente para os tradicionais campos de relva e incorpora componentes em ouro rosa (a coroa, os ponteiros, os indexes) pela primeira vez na série Rallymaster, dando ao relógio um toque um pouco mais sofisticado e recordando os antigos troféus dourados. E que, segundo Carlton DeWoody, também remete para as combinações cromáticas dos luxuosos carros desportivos britânicos de antanho, com a carrosseria tipicamente em tons esverdeados e os interiores em cor bege.

 perfil do Rallymaster III, com a coroa de ouro e o detalhes do mostrador em destaque | Foto: Maurice de Mauriac
O perfil do Rallymaster III, com a coroa de ouro e o detalhes do mostrador em destaque | Foto: cortesia Maurice de Mauriac

O Rallymaster III, como os seus antecessores, assenta numa caixa de tipologia ‘Goldilocks’ com 39mm de diâmetro e que se afigura adequada para a maioria dos pulsos. O estojo inclui uma bola de ténis rosa personalizada e duas opções de pulseira: uma correia de pele granulada e uma bracelete elástica mais desportiva, ambas dotadas de um sistema de troca rápida e que proporcionam versatilidade tanto dentro como fora do court. «A ascensão da cultura do relógio é paralela à do ténis em muitos aspetos», diz-nos Carlton DeWoody. «São duas áreas que estão a conquistar muito mais público para além dos fãs puros e duros. No contexto deste projeto, a Maurice de Mauriac é a parceira ideal para a Racquet porque ambas as marcas têm uma filosofia bem definida. Tanto os relógios como a revista apelam a uma nova geração de atletas sofisticados».

A forte luminescência do Rallymaster III | Foto: cortesia Maurice de Mauriac
A forte luminescência do Rallymaster III | Foto: cortesia Maurice de Mauriac

A Maurice de Mauriac é conhecida pelas suas criações coloridas e originais, perfeitamente condizentes com o ambiente do pitoresco atelier da marca no número 48 da Tõdistrasse, em Zurique. «O fundador da marca, o nosso pai Daniel Dreifuss, foi um grande aficionado de ténis e sempre quis associar a Maurice de Mauriac à modalidade», recorda Massimo Dreifuss (o CEO). «A Maurice de Mauriac apoiou Stan Wawrinka quando ele apenas era um júnior promissor e já foi o cronometrista oficial do Swiss Open em Gstaad. Desde então, estabelecemos parcerias com vários torneios, lançámos um relógio com o lendário campeão Stan Smith e temos tido diversas vedetas como friends of the brand, desde a carismática Andrea Petkovic ao imprevisível Benoit Paire. O mundo do ténis representa uma contínua fonte de inspiração para nós».

O designer Carlton DeWoody e o lendário Stan Smith com os irmãos Massimo e Leonard Dreifuss | Fotos: Miguel Seabra/Espiral do Tempo

O irmão Leonard Dreifuss (diretor criativo) acrescenta que «tal como o Stan Smith Signature Watch, a série Rallymaster personifica a nossa paixão de longa data pelo ténis e pela sua cultura, além de representar os diversos ecossistemas associados aos principais torneios do ténis e diferentes superfícies de jogo; para um tal projeto, não poderíamos ter tido um melhor parceiro do que a Racquet».

O Rallymaster III no pulso da jovem tenista norte-americana Asia Mohammad | Foto: cortesia Maurice de Mauriac
O Rallymaster III no pulso da jovem tenista norte-americana Asia Mohammad | Foto: cortesia Maurice de Mauriac

O Rallymaster III é uma edição limitada de 100 peças e as pré-encomendas estão disponíveis no site de Maurice de Mauriac. As duas primeiras edições do Rallymaster (rally é o termo inglês que na gíria tenística significa ‘troca de bolas’) esgotaram rapidamente — sendo que o Rallymaster I, lançado durante Roland-Garros em 2022, tinha o rosa por cor dominante; o Rallymaster II, introduzido antes do US Open de 2023, apresentou um mostrador azul claro, com o submostrador segmentado dos pequenos segundos a ser dividido pelas mesmas cores complementares. Todos os modelos Rallymaster têm uma lupa sobre a janela para a data e uma faixa horizontal evocativa das redes do ténis. O movimento escolhido tem-se mantido o mesmo: um calibre Landeron 24 de corda automática.

As nossas impressões

As edições Rallymaster têm sido um êxito porque os relógios são decididamente cool, com o seu visual original e nuances rétro. A utilização de componentes em ouro apresenta-se como o elemento estilístico inesperado, uma vez que já seria de esperar que a terceira edição fosse esverdeada. O submostrador contrastante dos pequenos segundos está dividido em três segmentos de 20 segundos de coloração distinta com uma razão específica: 20 segundos era o tempo máximo permitido que os jogadores tinham entre jogadas. Para além disso, a caixa em aço com fundo de safira personalizado com o logo da Racquet apresenta um tamanho versátil e a coroa de rosca garante estanqueidade até 100 metros.

Um relógio especialmente emblemático para quem gosta de desporto em geral e do ténis em particular | Foto: Miguel Seabra/Espiral do Tempo

As alternativas de ‘vestimenta’ também são complementares. O Rallymaster I vinha acompanhado de uma bracelete metálica milanaise e uma braceletes de fibra elástica, enquanto o Rallymaster II se fazia acompanhar de duas braceletes elásticas de cor distinta. O Rallymaster III permite a alternância entre uma correia de pele e uma bracelete elástica bege ou verde oliva.

As duas versões anteriores do Rallymaster | Foto: Miguel Seabra/Espiral do Tempo

Quem quiser apanhar um exemplar do Rallymaster III deve ter em conta que se trata de uma tiragem limitada a somente 100 exemplares, ainda havendo alguns disponíveis no website da Maurice de Mauriac. As duas primeiras edições esgotaram rapidamente….

Visite o site oficial da Maurice de Mauriac para mais informações.


Algumas caraterísticas técnicas:

Maurice de Mauriac
Maurice de Mauriac x Racquet Rallymaster III
Ano de lançamento | 2024
Edição limitada | 100 exemplares

Movimento | Corda automática Calibre Landeron 24; 28.800 alt/h; 40 horas de reserva de corda.
Funções | Horas, minutos, pequenos segundos, data.
Caixa ø 39 mm | Aço. Coroa de ouro rosa. Vidro safira com tratamento antirreflexo. Fundo com vidro de safira impresso com o logo da Racquet. Estanque até 100 metros.
Bracelete | Duas opções: correia de pele granulada ou bracelete elástica em tecido. Ambas dotadas de sistema de troca rápida.
Preço anunciado no site da marca | 2.200 CHF

Outras leituras